fbpx
Lição 4 de 72
Em andamento

Qual a influência da nossa familia em nossa vida e como podemos resolver isso com a PNL Integrativa

leo 21 de janeiro de 2022


Vamos começar pensando e como foi o nosso desenvolvimento, e como foi o cuidado que recebemos de nossos cuidadores. Dependendo de como estava o estado emocional de seus pais, de nove meses antes da sua gestação até os seus quatorze anos,  tudo que você experimentou nessa fase,  provavelmente esteja influenciando suas decisões até hoje.

Quer saber como?

O que seus pais estavam vivendo antes de você ser concebido, os motivos pelos quais e como sua mãe te concebeu? Pode ser causa de limitações ou de fortaleza para você.

O estado emocional de sua mãe na gestação, você não tem ideia de quantas decisões você tomou lá. Mas se quiser saber você pode fazer gratuitamente o curso Curar a relação Materna da Gestação gratuitamente.

Os seus primeiros sete anos, você copio praticamente todas as estratégias emocionais da sua mãe para lidar com o seus conflitos internos.

Depois dos sete aos quatorze anos você aprendeu com o seu pai como lidar com o mundo externo, se relacionar com as pessoas, com o social.

Então agora é só perguntar se essas experiências estão te potencializando ou estão diminuindo as suas competências suas capacidades.

O que dizemos com isso? Queira ou não, você está sendo manipulado pelos seus pais internos. Isso mesmo, os valores, os pensamentos deles, as estratégias deles estão ai silenciosamente, tomando as decisões da sua vida. Simples assim.

Se você teve a felicidade de absolver nesse período as melhores estratégias dos seus pais, você é uma pessoa de sorte. Mas você sabe realmente quais são as competências que são suas mesmos, se o que você faz tão bem é uma escolha sua ou você está sendo conduzido pelos conselhos do seu inconsciente lhe dizendo que isso é melhor do que os seus sonhos. Quem sabe por conta disso você está adiando aquilo que realmente importa.

Agora se você estiver com a maioria dos programas limitadores dos seus pais, ai já podemos dizer uma coisa sobre você. Você deve nadar, nadar e morrer na praia. Isso só acontece porque você defende e valoriza coisas que nem sabem conscientemente que faz.

Por isso sempre utilizamos uma máxima “o que você quer é o que não quer” e “o que você não quer é o que você quer”.

Quando você desenvolver a competência de pensar o s seus pensamentos, você conseguirá separar com mais clareza o que você realmente quer e o que você realmente não quer.

O poder de escolha de decisão vão estar muito mais a sua disposição.

Não se trata de negar o que aprendemos de nossos pais, isso seria uma tragédia. Falarei disso quando falar dos nossos programas. Se trata de saber que os seus pais utilizaram os recursos que tinham. E você inconscientemente adotou esses recursos. Mas provavelmente você teve muito mais oportunidades do que eles na sua vida. Isso agora é um problema, porque para essas novas oportunidades, os seus pais não lhe deram estratégias, na realidade não podiam passar o que não tinham. Você agora tem que desenvolver as suas estratégias para essas novas oportunidades, só que o seu Cérebro está com os arquivos cheios das estratégias dos seus pais. Sendo assim, você tem um mundo completamente diferente do deles, e continua agindo exatamente igual a eles.

Vamos dizer que você está em um baile completamente diferente dos bailes que seus pais participavam, só que acontece algo que eu diria que é intrigante. Vocês dançam ritmos bem diferentes, mas a letra da música é a mesma. Ou você aprende a compor suas próprias letras, ou vai ficar repetindo para o resto da sua vida a mesma coisa de forma diferente.

É isso que está enganando seu cérebro, fazendo você pensar que faz diferente, mas na realidade só está fazendo o contrário ou o mesmo.

Sandra Martinhago